Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin

Smart Lockers, tendência do e-commerce para a segurança e frete mais barato

A concepção de ausência de limites que a internet possibilita para a compra de qualquer estabelecimento colide, na prática, nas zonas de cobertura para receber o produto que foi adquirido apenas em alguns cliques.

Os desafios das entregas vão desde áreas onde não há segurança para sua efetivação, até outras que não possuem alcance por empresas de transporte.

Uma das soluções que vem crescendo ao redor do mundo para amenizar este problema e que começa a tomar forma no Brasil, são os Smart Lockers da GloboXP – terminais inteligentes de autoatendimento. O sistema fundamenta-se em armários que são capazes de acomodar encomendas de diferentes tamanhos e, geralmente, são unidades modulares que possuem vários armários, acessíveis 24 horas por dia dependendo do local onde foi instalado.

No e-commerce, o que existe de mais caro é a última milha até a porta do consumidor e o mecanismo pode facilitar e reduzir o tempo de entregas, além de ser um método que pode prevenir prejuízos em entregas para áreas de risco e restrição.

Consumidores acostumados com a expressão “CEP do inferno” – áreas em que nem o Correio nem as transportadoras entram por causa do risco de violência – podem se beneficiar com a medida.

André Duarte, professor e pesquisador do Insper, revelou que 22% da população das grandes cidades vivem em comunidades consideradas áreas de risco, o que representa 13 milhões de pessoas que movimentam aproximadamente R$ 23 bilhões no mercado por ano.

Em 2018, segundo levantamento do Webshoppers, um estudo sobre comércio eletrônico realizado pela Ebit-Nielsen, o e-commerce no Brasil teve um faturamento de R$ 53,2 bilhões, de um total de 123 milhões de pedidos realizados por 58 milhões de consumidores.

Compartilhe :

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook